Landing pages são as páginas que possuem em todo seu conteúdo as características voltadas a conversão de um visitante em lead, uma oportunidade ou até um cliente.

Utilizadas por terem uma alta taxa de conversão, as landing pages são efetivas nas campanhas pagas e Inbound Marketing, atraindo o público certo por meio das mídias digitais. 

Elas têm a características de serem uma página com poucos elementos e focadas em CTAs – Call to action ou chamada para ação – sem muitas distrações, com objetivo do usuário deixar seus dados em troca de algum benefício.

Todas as visitas que o seu site recebe podem ser aproveitadas, mas no final das contas, o importante é que elas impactem nos seus negócios. 

Geralmente, dentro da estratégia de marketing digital, a ação que o usuário deverá fazer, é simplesmente preencher um formulário com suas informações em troca de um conteúdo rico, e eles podem ser ebooks, infográficos, planilhas, artigos, ou qualquer outro material que seja útil ao ponto do usuário querer fornecer os seus dados. Elas também servem para ofertas especiais, ou conclusão de uma compra. 

Landing pages = Oportunidade de negócios

Mas porque fazer uma landing page para os usuários realizarem uma ação e preencher um formulário? 

Geração de Leads!

Com as informações dadas pelo visitante, é possível que ele tenha interesse no que você oferece e possa se tornar um cliente. Com essas informações é possível dar início a um relacionamento mais próximo com ele, aumentando a confiança e empatia. Você pode também entender quem são as pessoas que acessam os seus conteúdos, e se elas tem realmente o perfil do seu cliente ideal. E acima de tudo, fazer com que o seu time de vendas façam um contato com as informações recebidas. 

  • Quais são as principais práticas para uma Landing Page que converte?

Existem alguns elementos que são fundamentais para que a sua Landing Page faça o seu papel principal, que é a conversão.

Confira 4 práticas essenciais:

  • Título chamativo – Ele deve fazer com que o usuário saia de sua zona de conforto, chamando a sua atenção e que fique curioso para saber o que você tem a oferecer. Mas de uma forma clara, oferecendo uma solução ou algum benefício, sem gerar confusão.
  • Oferta – Agora que você já conquistou a atenção do seu potencial cliente, entra a parte de convencer de que a sua oferta vale o tempo dele. Dar uma certa urgência, autoridade ou até escassez podem estimular o usuário. 
  • Call to action – É a chamada para ação com o convite para o usuário realizar o próximo passo. Nas Landings Pages, é comum em que essas call to actions sejam em formas de botões, utilizando frases como “baixe aqui” ou “acesse aqui”. Lembrando que é importante tomar cuidado em ser o mais claro o possível, para que o usuário entenda com facilidade o que ele deve fazer. 
  • Formulário – Aqui você deve pedir os dados que são realmente essenciais. Se o usuário tiver que preencher vários campos com suas informações, é bem capaz que ele desista no meio do caminho.

As landing pages são uma maneira muito eficaz de aperfeiçoar e gerar mais oportunidades em uma estratégia de Marketing de Conteúdo. E para que ela desempenhe ainda melhor, atentar-se à todas as dicas que passamos neste artigo pode ser fundamental!

Tem alguma dúvida? Fale conosco!